REVISTA FACTO
...
Mai-Ago 2022 • ANO XVI • ISSN 2623-1177
2022
70 69 68
2021
67 66 65
2020
64 63 62
2019
61 60 59
2018
58 57 56 55
2017
54 53 52 51
2016
50 49 48 47
2015
46 45 44 43
2014
42 41 40 39
2013
38 37 36 35
2012
34 33 32
2011
31 30 29 28
2010
27 26 25 24 23
2009
22 21 20 19 18 17
2008
16 15 14 13 12 11
2007
10 9 8 7 6 5
2006
4 3 2 1 217 216 215 214
2005
213 212 211
FCC S.A.: soluções sustentáveis para um mundo em transformação
//Painel do Associado

FCC S.A.: soluções sustentáveis para um mundo em transformação

Um projeto da Fábrica Carioca de Catalisadores – FCC S.A. ganhou o primeiro lugar na categoria Políticas Externas e Criativas de Gestão de Resíduos do Prêmio Consciência Ambiental Immensitá. Mais de 150 organizações de diferentes estados brasileiros inscreveram projetos. Na iniciativa da FCC S.A., 100% dos resíduos sólidos inorgânicos à base de sílica e alumínio, resultantes do processo industrial e que iam para aterros sanitários, são destinados para produção de insumos para a construção civil.

O tratamento começa com o material despejado em bacias de decantação, de onde é bombeado para um filtro, prensado e desidratado. Isso gera uma torta com concentração de 40% a 60% de componentes sólidos. Esse material é transportado segundo as normas ambientais, como a contratação de empresa de transporte licenciada e emissão de manifesto de transporte de resíduos.

O projeto vai na linha da economia circular ao reduzir os resíduos e o consumo de matérias-primas. A empresa investe nessa área também por meio de produtos e projetos. O catalisador Cyclus, por exemplo, promove reciclagem química de resíduos sólidos urbanos por meio de pirólise em etapa única.

Além disso, a FCC auxilia os clientes no gerenciamento do catalisador de equilíbrio (E-Cat), empregando sua experiência em logística reversa e no reaproveitamento do produto em outros ciclos produtivos. Também forma parcerias para desenvolver tecnologias de reciclagem avançada de plásticos.

Complementando essas ações, a FCC S.A. trabalha no eixo da responsabilidade social. A empresa encerrou seu segundo edital público “Catalisar” para patrocinar projetos sociais via leis de incentivo fiscal. Outro exemplo é o Programa de Voluntariado – Corrente do Bem, que realizou, em junho, o plantio de 900 mudas nativas na restinga de Grumari, no Rio de Janeiro.

Anterior

Registro prioritário de IFA nacional é pauta urgente

Próxima

Prati-Donaduzzi terá Centro de Equivalência Farmacêutica